Como comprar um imóvel

Como realizar o sonho da casa própria com as menores taxas

Compartilhe:
Imagem de destaque

Será que existe alguma alternativa para financiar a sua casa própria com as menores taxas, mesmo durante esse período de economia instável?

A resposta é sim! Há um tipo de financiamento imobiliário que tem tido bastante destaque nesse momento, que é o SBPE. Então, se você está buscando uma maneira de adquirir o seu imóvel agora, esta pode ser a solução.

Portanto, continue a leitura para saber mais sobre esse sistema de financiamento e entenda por que este é o melhor momento para comprar a sua casa própria!

O que é o SBPE?

SBPE é a sigla para Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo. Esse financiamento tem como base os recursos da poupança, que ainda ocupa o posto entre os investimentos mais populares do país.

Por exemplo, as instituições financeiras podem usar até 65% do capital existente nas contas do tipo poupança e destiná-lo como forma de crédito imobiliário. Entre essas instituições, encontramos a Caixa Econômica Federal (CEF).

Diferente de outras categorias de financiamentos e linhas de crédito imobiliário, o SBPE é mais flexível em relação ao destino dos recursos, como veremos no próximo tópico. Ou seja, mais do que adquirir um imóvel novo, você também vai poder aproveitar outras oportunidades. 

Como funciona o SBPE

Além de ser subsidiado pelo capital da poupança, o SBPE possui alguns outros diferenciais, que são:

  • financia até 90% do valor do imóvel;
  • possibilita pegar o empréstimo mesmo tendo outro imóvel em seu nome;
  • dá um prazo maior para pagar: até 35 anos (420 meses);
  • exige uma renda mais elevada: a partir de R$ 5.000;
  • permite a compra de imóveis novos ou usados.

Outro benefício do SBPE é que ele conta com duas formas de amortização (redução gradual do valor das parcelas):

  • SAC (Sistema de Amortização Constante);
  • Tabela Price.

SAC e Tabela Price: conheça os métodos de amortização das parcelas

Quando você faz uma compra a prazo, a tendência é pagar mais juros, certo? Mas, com a amortização, o valor das parcelas cai à medida que o financiamento é quitado, pois os juros são calculados sobre o saldo devedor.

Veja, a seguir, as diferenças entre um e outro:

SAC  (Sistema de Amortização Constante)

No SAC, o valor das parcelas é decrescente e a amortização tem um valor fixo. Assim, conforme o saldo devedor vai diminuindo, o valor pago pelos juros também diminui. Na prática, funciona assim: no início do financiamento, você paga mais juros. No final, menos.

Para que você possa visualizar a aplicação do cálculo, imagine um cenário no qual R$ 10.000 são emprestados, para serem pagos em 5 parcelas, com juros de 15%. Neste caso, teríamos 5 parcelas de R$ 2.000 e juros da seguinte forma:

Viu como funciona? Como o saldo devedor vai decrescendo e os juros só incidem sobre esse saldo, eles baixam mês a mês, o que reduz o valor do financiamento de forma gradual.

O SAC é indicado principalmente se você tem boas condições hoje e sabe que pode sofrer algum tipo de perda de poder aquisitivo no futuro.

Tabela Price

Na tabela Price, as parcelas do financiamento são fixas. Desse modo, você sabe exatamente quanto vai pagar todos os meses, até o final do financiamento.

O percentual referente aos juros é maior nas primeiras prestações e vai decrescendo com o passar do tempo, aumentando o valor da amortização.

Além disso, este modelo de precificação usa uma fórmula um pouco complexa. Por isso, sugerimos usar uma calculadora automática que permite fazer algumas simulações. Criamos um exemplo para mostrar, com os seguintes valores: empréstimo de R$ 20.000 para ser pago em 5 parcelas, com juros de 12% a.a.

Portanto neste caso, o valor de cada parcela seria composto da seguinte forma:

A vantagem da tabela Price é o fato de você sempre saber quanto vai ter que desembolsar. Ela é mais indicada para quem prefere pagar em prazos mais curtos ou para quem tem longa previsibilidade do próprio orçamento. 

O sistema mais utilizado no financiamento imobiliário é o SAC, em que a amortização é considerada mais agressiva, “aliviando o peso” das parcelas ao longo do tempo.

Para quem o SBPE é interessante?

O SBPE funciona bem para aqueles que buscam prazos de financiamento mais longos. Igualmente, é bom pesquisar antes, pois cada instituição tem regras próprias sobre este quesito. 

Em um sentido geral, o SBPE é indicado para os seguintes casos:

  • quem quer comprar uma casa ou apartamento, mas que o valor seja maior do que o admitido em outras linhas de financiamento imobiliário.
  • quem está em busca de uma segunda propriedade e não pode dar entrada em alguns programas de crédito para habitação.
  • para quem é PJ (Pessoa Jurídica) e não pode usar o FGTS como garantia nas transações.

Entre os requisitos para você saber se pode ter acesso ao sonho da casa própria com este modelo de financiamento, encontramos:

  • ser maior de idade ou já estar emancipado aos 16 anos;
  • ser brasileiro ou estrangeiro com visto definitivo no país;
  • não ter o nome sujo em nenhum serviço de proteção ao crédito, como o SCPC ou SERASA;
  • ter um mínimo de 30% da renda mensal livre.

Por que este é o melhor momento para adquirir um imóvel pelo SBPE

Além disso, para escolher a melhor forma de financiar o seu imóvel, não basta conhecer as formas de financiamento e taxas de juros.

É preciso, também, ficar de olho nos indicadores econômicos, como a taxa referencial (TR) e o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), pois eles determinam as taxas de juros.

Por exemplo, a TR tem se mantido zerada desde 2017. Em contrapartida, as taxas junto ao banco são maiores. Já o IPCA, que é medido pela inflação, tem se situado na casa dos 3% anuais.

Vale lembrar que o IPCA é bastante volátil e sofreu uma subida brusca em 2020, após anos com valores bastante baixos. Portanto, como não é possível saber como o índice se comportará nos próximos anos, é preciso ficar atento a este detalhe.

Além disso, o SBPE não é recomendado para financiamentos de prazo muito extenso. O ideal é pensar em um financiamento de, no máximo, 5 anos, justamente porque o risco de a inflação aumentar é maior.

Por todo este cenário, o melhor é aproveitar a oportunidade e comprar a sua casa própria agora mesmo com as melhores condições de financiamento! Conheça os projetos da EMCCAMP e realize o seu sonho ainda este ano!

Acompanhe nossas redes sociais e não perca nada!