Como comprar um imóvel / Educação Financeira / Financiamento

Como fazer um financiamento pela caixa? Entenda o passo a passo

Compartilhe:
Imagem de destaque

Quando você começa a se planejar para realizar o sonho do apartamento próprio ou até diversificar seus investimentos,  a primeira preocupação é em relação às formas de pagamento. Logo, uma das possibilidades é escolher o financiamento pela Caixa Econômica Federal. 

Ainda que seja uma das modalidades mais conhecidas, com uma taxa de juros menor, muitas pessoas têm dúvidas sobre o procedimento adequado para solicitar o financiamento. Dessa forma, para facilitar e te ajudar a tornar real esse sonho, preparamos um  passo a passo que deixará ainda  mais fácil formatar a sua proposta de financiamento e parcelar o seu futuro imóvel.

O financiamento pela Caixa

Apesar de ser um financiamento muito conhecido, vale ressaltar que a Caixa se utiliza de alguns critérios importantes para definir e aprovar o financiamento. Abaixo, listamos os principais para você se atentar na hora de fazer a sua solicitação. 

>> Parcelamento

Há uns anos, o parcelamento pela Caixa Econômica Federal chegava a, no máximo, 60% do valor do imóvel. No entanto, atualmente é possível conseguir até 70%. Entretanto, para imóveis adquiridos na planta ou já em processo de construção, o valor pode ser ainda mais elevado.

>> Limite para financiamento

Anteriormente, o valor máximo para imóveis adquiridos por meio do financiamento era de, no máximo, R$ 1,5 milhão. No entanto, hoje, imóveis de R$ 3 milhões já são autorizados pela instituição. 

>> Taxa de juros

Além disso, outro ponto importante do financiamento pela Caixa que merece destaque é a redução de juros para crédito imobiliário na Caixa Econômica. Assim, o Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu a taxa Selic para 4,5% ao ano, o menor percentual desde 1999, a fim de diminuir a inflação.

Ademais, essa redução inclui as modalidades SFH (Sistema Financeiro de Habitação) e SFI (Sistema Financeiro Imobiliário). Contempla ainda os imóveis residenciais que estão com saldo devedor atualizado pela TR (Taxa Referencial). Ou seja, a taxa mínima para imóveis residenciais será no valor da TR + 6,5% ao ano.

Passo a passo para o financiamento pela Caixa

Agora que você já conhece os principais critérios adotados pela instituição, seguiremos com o passo a passo detalhado para solicitar o seu financiamento pela Caixa

1.  Escolha o imóvel

Antes de formalizar a sua solicitação, é preciso ter em mente qual imóvel você deseja adquirir. Isto é, não é uma decisão definitiva, mas facilita ao estipular um valor aproximado para a propriedade que deverá ser financiada. Dessa forma, você consegue avaliar como serão as parcelas do financiamento, por exemplo. 

2.  Simulação do financiamento

Com o valor do imóvel como referência, é indicado que você faça uma simulação para analisar o parcelamento, avaliando os prós e contras do financiamento, para planejar o orçamento mensal com cautela. Inclusive, no site da Caixa você encontra os campos correspondentes para fazer a simulação por conta própria, visualizando todos os detalhes: o valor das parcelas, o valor da entrada e as taxas inclusas no valor do imóvel.

3. Documentação exigida

Antes de tudo, faça o seu cadastro na Caixa Econômica e mantenha-o atualizado. Somado a isso, tenha em mãos:

>> Documento de identidade, dentro do prazo de validade (até 10 anos) e em bom estado.

Também servem como comprovante de identidade: Carteira Nacional de Habilitação (CNH) válida e carteiras profissionais de órgãos como OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e CRM (Conselho Regional de Medicina) valem como documento de identificação.

>> CPF (Cadastro de Pessoa Física)

Caso o documento de identificação já contenha o número, como a CNH, não é necessária outra forma de comprovação. 

>> Comprovante de estado civil

Por exemplo, para os solteiros, é necessário apresentar certidão de nascimento. Já os casados devem levar a certidão de casamento. Além disso, os divorciados deverão apresentar a averbação. Contudo, vale ressaltar que para quem é casado, são necessárias a assinatura e a documentação do seu cônjuge.

>> Comprovante de endereço

É fundamental estar atualizado e, preferencialmente, em nome do solicitante. Portanto, valem como comprovantes: correspondências, contas de consumo e contrato de aluguel, se houver.

>> Comprovante de renda

Esse é um dos principais documentos e pode ser atestado de diversas formas.

  • Empregado formal: apresentar o holerite atualizado.
  • Empresários: apresentar pró-labore do último mês ou declaração de Imposto de Renda do último ano.
  • Trabalhador informal: atestar no máximo R$ 1.903,98, por meio de extrato bancário. Além disso, ainda poderá somar renda formal e informal. Neste caso, poderão ser exigidas as faturas de cartão de crédito, conta de telefone e outras declarações.

>> Declaração de Imposto de Renda

Aqueles que não são isentos, deverão apresentar o Imposto de Renda completo, com folha de rosto e recibo.

>> Extrato de FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço)

Aos que desejam usar o saldo do FGTS para amortizar a entrada do financiamento pela Caixa, deverão apresentar o extrato atualizado.

>> Carteira de Trabalho

Os assalariados precisam apresentar a Carteira de Trabalho, em cópias da folha de rosto, da folha de classificação, dos contratos de trabalho e da folha em que consta o número do PIS.

4. Pré-aprovação

Normalmente, a Caixa Econômica sinaliza a pré-aprovação em até 5 dias úteis. Por isso, a dica é  segurar a ansiedade e aguardar o retorno com todos os detalhes da sua compra, como prazo de pagamento, valor de entrada e taxa de juros. Além disso, é muito importante conferir tudo com atenção, validando todos os dados e valores previamente calculados, para fazer um bom negócio.

5. Avaliação

A partir desta etapa, a Caixa Econômica encaminhará uma equipe para avaliar o imóvel de sua escolha. Logo, todos os documentos serão analisados junto à equipe de vendas do imóvel, vistoriando as condições do empreendimento e conferindo as documentações necessárias (do vendedor ou da construtora). Contudo, em até 15 dias você receberá o laudo completo com a aprovação e todos os documentos para a assinatura do contrato. 

Simples o financiamento pela Caixa, não é?! Então, não pare por aqui, você pode começar com o primeiro passo. Confira as opções disponíveis e escolha o seu novo apartamento.

Acompanhe nossas redes sociais e não perca nada!